Na mira da Odebrecht – Segundo – Folha de S.Paulo

Foto de perfil de DivulgandoPostado por

Especial mostra os citados na lista da Odebrecht

Fonte: Na mira da Odebrecht – Poder – Folha de S.Paulo     

Os depoimentos prestados por funcionários e ex-funcionários da Odebrecht em 77 acordos de delação premiada foram homologados pela presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministra Cármen Lúcia, após a morte do ministro relator Teori Zavascki em jan.2017. As declarações poderão ser usadas em inquéritos e ações penais. Veja quais políticos já foram implicados nas delações.




ADOLFO VIANA (PSDB-BA)

Deputado estadual
Apelido: Jovem
Situação judicial na Lava Jato:
Citado em delação
Foi 2 vezes citado na delação
É citado por:
Claudio Melo Filho, ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht
O que fez, segundo a delação:
Recebeu R$ 50 mil na campanha de 2010, após pedido do deputado federal Jutahy Magalhães (PSDB-BA)
O que fez para a Odebrecht, segundo a delação:
Não é indicado
Ano: 2010
Quanto a Odebrecht diz que pagou (em R$):
50 mil
Como a empresa diz que pagou:
Caixa dois


Outro lado:
Afirmou por meio de nota que todas as doações recebidas foram declaradas, lícitas e sem exigir qualquer contrapartida. Disse também estar “profundamente indignado com o teor das notícias veiculadas”


AÉCIO NEVES (PSDB-MG)

Senador

Foi 3 vezes citado na delação

É citado por:
Claudio Melo Filho, ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht

O que fez, segundo a delação:O delator menciona Aécio, mas diz não ter participado de tratativas de pagamentos a ele. Segundo as planilhas da Odebrecht, “mineirinho” é apontado como destinatário de R$ 15 milhões entre 7 de outubro e 23 de dezembro de 2014. Há a suspeita de que o apelido se refira a Aécio

O que fez para a Odebrecht, segundo a delação:Não é indicado

Ano: 2014

Quanto a Odebrecht diz que pagou (em R$):15 milhões


Outro lado:Valor foi registrado no TSE, segundo PSDB mineiro; Aécio desconhece citações


ARTHUR VIRGÍLIO (PSDB-AM)
Prefeito de Manaus
Apelido: Kimono
Situação judicial na Lava Jato:
Citado em delação
Foi uma vez citado na delação
É citado por:
Claudio Melo Filho, ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht
O que fez, segundo a delação:
Recebeu R$ 300 mil na campanha de 2010
O que fez para a Odebrecht, segundo a delação:
Não é indicado
Ano: 2010
Quanto a Odebrecht diz que pagou (em R$):
300 mil
Como a empresa diz que pagou:
Caixa dois


Outro lado:
Disse que recebeu, em 2010, R$ 80 mil Leyroz de Caixias Indústria, Comércio e Logística, uma subsidiária da Odebrecht, com registro na Justiça Eleitoral. Afirmou que nunca apresentou emenda ao Orçamento que beneficiasse a Odebrecht. Informou que processará o delator Claudio Melo Filho e a Odebrecht por difamação


ANTÔNIO IMBASSAHY (PSDB-BA)
Deputado federal
Situação judicial na Lava Jato:
Citado em delação
Foi 2 vezes citado na delação
É citado por:
Claudio Melo Filho, ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht
O que fez, segundo a delação:
Recebeu cerca de R$ 300 mil na campanha de 2014
O que fez para a Odebrecht, segundo a delação:
Mostrou-se solidário com Marcelo Odebrecht
Ano: 2014
Quanto a Odebrecht diz que pagou (em R$):
299,7 mil
Como a empresa diz que pagou:
Doação eleitoral registrada no TSE


BRUNO ARAÚJO (PSDB-PE)
Ministro das Cidades
Situação judicial na Lava Jato:
Citado em delação
Foi 5 vezes citado na delação
É citado por:
Claudio Melo Filho, ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht
O que fez, segundo a delação:
O delator apenas diz ter tido contato frequente com o deputado, com quem tinha boa relação profissional e pessoal
O que fez para a Odebrecht, segundo a delação:
Indicou o delator para receber a Medalha do Mérito Legislativo em 2012. Também tratou de renovação dos contratos de energia no Nordeste com o delator


DUARTE NOGUEIRA (PSDB-SP)

Deputado federal, eleito prefeito de Ribeirão Preto  Apelido: Corredor

Situação judicial na Lava Jato:
Citado em delação

Foi 6 vezes citado na delação

É citado por:
Claudio Melo Filho, ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht

O que fez, segundo a delação:Pediu apoio financeiro na campanha de 2010 e recebeu R$ 350 mil via caixa dois. Em 2014, recebeu doação de R$ 300 mil

O que fez para a Odebrecht, segundo a delação:Prometeu apoiar interesses da Odebrecht na disputa em torno das usinas do rio Madeira em 2008

Ano: 2010 e 2014

Quanto a Odebrecht diz que pagou (em R$):650 mil

Como a empresa diz que pagou:

Doação eleitoral registrada no TSE

Caixa dois


Outro lado:Afirma que todas as doações recebidas em suas campanhas eleitorais foram regularmente declaradas e aprovadas pelo TSE. Para ele, são prematuras especulações em torno de delações ainda não homologadas. Diz ainda que nunca participou, nem como suplente, da Comissão de Minas e Energia da Câmara, citada pelo delator. Afirma também que é favorável às investigações


GERALDO ALCKMIN (PSDB-SP)
Governador de São Paulo
Apelido: Santo
Situação judicial na Lava Jato:
Citado em delação
É citado por:
Carlos Armando Paschoal, ex-diretor da Odebrecht em São Paulo e um dos responsáveis por negociar doações eleitorais para políticos
O que fez, segundo a delação:
Delator diz que a empresa realizou pagamento de caixa dois, em dinheiro vivo, para as campanhas de 2010 e 2014. Ao menos R$ 2 milhões teriam sido pagos
Ano: 2010 e 2014
Quanto a Odebrecht diz que pagou (em R$):
2 milhões
Como a empresa diz que pagou:
Doação eleitoral registrada no TSE
Caixa dois


Outro lado:
Diz que são prematuras conclusões com base em vazamentos de delações não homologadas


JOÃO ALMEIDA (PSDB-BA)
Ex-deputado federal
Situação judicial na Lava Jato:
Citado em delação
Foi 5 vezes citado na delação
É citado por:
Claudio Melo Filho, ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht
O que fez, segundo a delação:
Recebeu R$ 500 mil na campanha de 2010
O que fez para a Odebrecht, segundo a delação:
Defendeu interesses da Odebrecht na Câmara e no TCU
Ano: 2010
Quanto a Odebrecht diz que pagou (em R$):
500 mil
Como a empresa diz que pagou:
Caixa dois


JOSÉ SERRA (PSDB-SP)
Ministro das Relações Exteriores
Apelido: Vizinho, Careca
Situação judicial na Lava Jato:
Citado em delação
É citado por:
Pedro Novis, presidente do conglomerado de 2002 a 2009 e atual membro do conselho administrativo da holding Odebrecht S.A, e o ex-diretor Carlos Armando Paschoal, que atuava no contato junto a políticos de São Paulo
O que fez, segundo a delação:
Dois delatores afirmam que a empresa pagou R$ 23 mi via caixa dois à campanha de Serra na eleição de 2010; dinheiro teria sido pago em contas na Suíça
O que fez para a Odebrecht, segundo a delação:
Não é indicado
Ano: 2010
Quanto a Odebrecht diz que pagou (em R$):
23 milhões
Como a empresa diz que pagou:
Caixa dois


Outro lado:
Afirma que campanha foi de acordo com lei eleitoral; finanças eram responsabilidade do PSDB


JUTAHY MAGALHÃES (PSDB-BA)
Deputado federal
Apelido: Moleza
Situação judicial na Lava Jato:
Citado em delação
Foi 6 vezes citado na delação
É citado por:
Claudio Melo Filho, ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht
O que fez, segundo a delação:
Recebeu R$ 350 mil na campanha de 2010 via caixa dois, além de doação de R$ 500 mil na campanha de 2014
O que fez para a Odebrecht, segundo a delação:
Era visto como aliado pela empresa
Ano: 2010 e 2014
Quanto a Odebrecht diz que pagou (em R$):
850 mil
Como a empresa diz que pagou:
Doação eleitoral registrada no TSE
Caixa dois


Outro lado:
Afirma que todas as doações para suas campanhas de 2010 e 2014 foram recebidas de forma lícita e estão registradas no TSE. Diz também que defende os interesses da Bahia e do Brasil. “Em 2010 recebi menos do que consta na delação e em 2014 mais do que o valor citado e tudo legal em ambas campanhas”, diz.


ROBÉRIO NEGREIROS (PSDB-DF)
Deputado distrital
Situação judicial na Lava Jato:
Citado em delação
Foi 2 vezes citado na delação
É citado por:
Claudio Melo Filho, ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht
O que fez, segundo a delação:
Recebeu R$ 50 mil na campanha de 2014
O que fez para a Odebrecht, segundo a delação:
Não é indicado
Ano: 2014
Quanto a Odebrecht diz que pagou (em R$):
50 mil
Como a empresa diz que pagou:
Doação eleitoral registrada no TSE


FORUNS:|CHAT:|FOTOS:|MURAL DE RECADOS:|LOGIN:|CADASTRE-SE:|PERDEU A SENHA?:|

one comments

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *